Buscar


(Solos Notícias da Embrapa Solos

Participação Inédita no Ma Shou Tao Agrícola

Participação Inédita no Ma Shou Tao Agrícola


Pela primeira vez a Embrapa Solos vai participar de um dos eventos agropecuários mais tradicionais do Brasil o Encontro Ma Shou Tao Agrícola, graças à atuação da Rede FertBrasil. O Ma Shou Tao vai discutir mecanismos de eficiência na produção, com palestras que acontecem nos dias 16 e 17 de fevereiro e levam personalidades de renome ao Brasil Central.

Realizado pelo Grupo Boa Fé – Ma Shou Tao, na propriedade localizada em Conquista (MG), traz entre outros assuntos abordagens técnicas de como o produtor deve utilizar a tecnologia a seu favor, principalmente para evitar perdas na produção.

Em palestra, o pesquisador da Embrapa Solos, Vinicius Benites, falará sobre uma pesquisa que envolve a eficiência de fertilizantes utilizados no Brasil. "Mais da metade dos fertilizantes consumidos no Brasil são importados. Por outro lado, grande quantidade de nutrientes aplicados via fertilizantes são perdidos, em função das características dos solos e dos fertilizantes disponíveis. Frente a tal cenário, a missão da rede FertBrasil é desenvolver, avaliar, validar e transferir tecnologias em fertilizantes, que contribuam para o aumento de eficiência e introdução de novas fontes de nutrientes na agricultura brasileira, ressalta Vinicius.

O pesquisador e engenheiro agrônomo Roberto Zito, da Embrapa Arroz e Feijão, salienta que "é com o uso de sementes de boa qualidade que se tem início um processo produtivo com chances de sucesso". Segundo ele, historicamente, as tecnologias agregadas aos atributos genéticos das cultivares são aproveitadas mediante o uso de sementes que contenham pureza genética e qualidade fisiológica, em termos de germinação e vigor. "Agricultura moderna e eficiente só é concebível com uso de sementes de alta qualidade", enfatiza Zito, que será um dos palestrantes do encontro agrícola. Engenheiro Agrônomo ele também foi pesquisador da Epamig, no Programa de Melhoramento Genético da Soja, há mais de 15 anos.

As pragas que assombram a agricultura brasileira também ganham destaque nesse evento, com mostras de como a adoção de práticas de manejo que impeçam a proliferação de nematoides tem que ser incorporada obrigatoriamente à rotina das fazendas. "Os danos crescentes e até alarmantes que os nematoides vêm causando à agricultura no Brasil indicam que as práticas agrícolas que vêm sendo adotadas estão favorecendo essas pragas", afirma o professor e engenheiro agrônomo, Jaime Maia dos Santos, da Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias da UNESP, de Jaboticabal (SP), que também é pesquisador pelo CNPq, na área de nematologia da UNESP – Jaboticabal. Para outra palestrante, a professora da Universidade Federal de Uberlândia, engenheira agrônoma Maria Amélia dos Santos, o conhecimento de nematóides em milho, por exemplo, é importante, pois os agricultores têm no milho uma opção muito frequente na sucessão e rotação de culturas em diversos sistemas de cultivo, envolvendo as culturas de soja, algodão, feijão e batata. "Os fitonematóides de importância primária são comuns entre essas culturas, proporcionando danos significativos de produção. além de permitir aumentos populacionais dos nematóides na área", comenta. Maria Amélia também é pesquisadora no Projeto de Fitonematóides em diversas culturas da UFU.

O diretor Executivo do Grupo Boa Fé – Ma Shou Tao, Jônadan Ma, destaca que outras palestras também abordarão desde as novidades sobre o manejo agrícola até questões econômicas, tais como o mercado de commodities. "Essas palestras serão novamente dinâmicas e realizadas em 12 estações, nas quais os palestrantes farão um rodízio de apresentações", conta. Jônadan também lembra o sucesso dos eventos anteriores e espera reunir cerca de 2,8 mil pessoas este ano. "É o momento de discutir como proceder para ampliar a lucratividade. Vivenciamos, também, um cenário político importante, com a mudança em nosso governo. Por isso, a troca de experiências é fundamental para que o produtor obtenha sucesso em seu investimento", afirma.

Entre as 40 empresas que deverão participar do encontro estão Agromen, Basf, Bayer Cropscience, Dow Agrosciences, Embrapa, Epamig, Fertigran, Ihara, Manah, Fundação Triângulo de Pesquisa e Desenvolvimento, Penergetic, Pioneer Sementes e Syngenta.

Mais informações sobre como participar do evento podem ser obtidas pelo e-mail falecom@mashoutao.com.br.

As inscrições podem ser feitas, também, pessoalmente no local e no dia do evento ou através do site a partir do dia 20 de janeiro.

 

Informações para imprensa:
Carlos Dias
Embrapa Solos
T – (21) 2179-4500
C – (21) 99618-7735
carlos.diniz-dias@embrapa.br
20.395 MTb RJ


página inicial < banco de notícias <