A Unidade
UEP - Recife
Pesquisa
Serviços
  Análise de Solos
  PAQLF
Notícias
Livraria Virtual
Fale conosco
Área Restrita
Buscar
Método para coleta de amostras de solos para análise



Por que fazer a análise de fertilidade solo?

As plantas, em geral, obtém os nutrientes de que precisam do solo. A avaliação da disponibilidade de nutrientes em solo é feita, em geral, com base na análise de fertilidade.

O que devo fazer para melhorar a fertilidade do meu solo?
Normalmente se utilizam dois tipos de produtos: o calcário para corrigir a acidez do solo e os fertilizantes, ou adubos, para corrigir a falta de nutrientes. A decisão do que quando e quanto aplicar de calcário e fertilizante somente deve ser feita com base na análise de fertilidade do solo com o auxílio de um agrônomo.


Como retirar amostras de solos para análises

Material básico:
Recipientes (sacos de plásticos robustos de preferência) para cerca de 500g. de amostra;
Identificadores (tipo 1) nos recipientes (etiquetas firmes e/ou escrita direta) para os dados do questionário de identificação da amostra, e (tipo 2) para onde os resultados das amostras devem ser enviadas.

Instruções:
Dividir a propriedade em áreas uniformes de até 10 hectares, para a retirada de amostras. Cada uma dessas áreas deverá ser uniforme quanto a cor, topografia, textura e quanto as adubações e calagem que recebeu. Áreas pequenas, diferentes das circunvizinhas, não deverão ser amostradas juntas. Cada uma das áreas escolhidas deverá ser percorrida em zig-zag, retirando-se com um trado, amostras de 15 a 20 pontos diferentes, que deverão ser colocadas juntas em um balde limpo. Na falta de trado, poderá ser usado um tubo ou uma pá. Todas as amostras individuais de uma mesma área uniforme deverão ser muito bem misturadas dentro do balde, retirando-se uma amostra final, em torno de 500g.



Figura: Exemplo de retirada de amostra de um terreno de baixada (amostra 1) e de meia encosta (amostra 2). As áreas dentro dos círculos não devem ser amostradas.

As amostras deverão ser retiradas da camada superficial do solo, até a profundidade de 20 cm, tendo antes o cuidado de limpar a superfície dos locais escolhidos, removendo as folhas e outros detritos. Não retirar amostras de locais próximos a residências, galpões, estradas, formigueiros, depósitos de adubos, etc. Não retirar amostras quando o terreno estiver encharcado. No caso de culturas perenes (frutíferas por exemplo) sugere-se tambem retirar amostras entre 20 e 40cm de profundidade.

Identificar perfeitamente cada amostra no identificador tipo 1, numerando cada recipiente com o mesmo número colocado nos seus apontamentos particulares.

Identificar perfeitamente cada amostra no identificador tipo 2, o endereço para onde devem ser remetidos os resultados.

Vale ressaltar que a realização de análises de amostras de solo estão suspensas na Embrapa Solos para o público externo.

Onde realizar análise de solo no estado do Rio de Janeiro?

A Embrapa Solos coordena e recomenda os participantes do Programa de Análise de Qualidade de Laboratórios de Fertilidade - PAQLF, dele participam os laboratórios que utilizam o Método Embrapa de Análise de Solos. No Rio de Janeiro, são nossos parceiros:

Centro de Análises/Campus Dr. Leonel Miranda/UFRRJ
Campos dos Goytacazes-RJ
(22)2733-0505
centrodeanalise@ufrrj.br
http://www.campuslm.ufrrj.br

Fundenor Campos dos Goytacazes-RJ
(22)2732-2755 r.36
azaia@fundenor.com.br

Secretaria Municipal de Agricultura, Abastecimento e Desenvolvimento Rural de Teresópolis
Teresópolis-RJ
(21)2644-6905
klebercozzolino@hotmail.com

Quaisquer dúvidas ou esclarecimentos: SAC da Unidade

Tipos de análise



Voltar